domingo, 1 de agosto de 2010

o que houve com o Brasil?

Após a desclassificação da nossa Seleção Brasileira, correto seria ter postado minha opinião de imediato neste blog. Li, na matéria da amiga jornalista Nivia Andres, comentários cobrando o texto que, só neste domingo, 48 horas depois da derrota do nosso selecionado canarinho frente à Holanda, resolvi escrever. Fiquei triste com a desclassificação do Brasil, menos por mim, mais pela desolação que toma conta de todos. Agora todo analista ou metido a analista é dono da verdade: "Se eu fosse o Dunga, teria convocado esse ou aquele, trocado Fulano"... O mesmo filme que assisto sempre que nossa seleção não vence um mundial. É fácil falar de fora, principalmente depois que passa. Prefiro não escolher culpados em campo, mas acreditar que o momento é de repensar a grande paixão brasileira, hoje entregue a pessoas que não inspiram nenhuma confiança. Chegou a hora de iniciar mudanças profundas, a começar pela classe dirigente, à frente Ricardo Teixeira, homem sem profissão definida que em nenhum instante serve ao futebol, somente serve dele.
nome:júlio césar gonzatto
numero:22

Um comentário: